terça-feira, 2 de novembro de 2010

Sonho Profético - Campos de Concentração

O que tenho para contar nesse capítulo é muito sério.
É sobre um sonho profético que tive em novembro de 2010, após a primeira leitura da Bíblia, quando ainda era uma nova convertida.
O sonho foi muito real (causou-me, na época, muito espanto), e estou certa de que veio da parte do Senhor.
Para aqueles que não buscam a Deus, que não o procuram enquanto se pode achá-lo (Isaías 55:6), o que vem nos próximos anos é desgraça, escuridão e dominação maligna.
Foi assim que um dia acordei, orando. A primeira coisa a fazer imediatamente foi orar, e pensar em Jesus Cristo. Quase choro ao escrever isso, porque me lembro das sensações do sonho, lembro-me da angústia ao acordar e ter medo de tudo aquilo vir a ser real um dia. Fui ao quarto dos meus pais para ver se eles estavam bem, porque eu estava literalmente só em uma nova realidade.

Digo “nova realidade” porque há alguns dias atrás eu havia começado a ler e pesquisar sobre um sistema que vem sendo implantado há algum tempo em todo o planeta: a Nova Ordem Mundial, a preparação do mundo para a chegada do anticristo, com todas as conseqüências apocalípticas que estão profetizadas na Bíblia. Porém, eu estava começando a estudar o assunto, e ainda não tinha lido ou pesquisado muitas coisas a respeito. E este sonho veio como revelação de muitos fatos de uma só vez.

Sonhei que estava com minha família num hospital. Mas não parecia um hospital desses comuns, bem estruturados e modernos; era um hospital antiquado, muito grande, e havia mais pessoas conhecidas minhas ali, inclusive colegas de faculdade.

Todos esperávamos algum tipo de atendimento, numa grande sala mal equipada, arrumada no improviso, em um prédio que não tinha exatamente a estrutura de um hospital. Ninguém mais comentava isso, mas eu experimentava um tipo de agonia nessa espera, porque sentia algo de muito errado ali.


Esperamos, esperamos. Algumas pessoas entravam para serem atendidas, saíam, e não iam embora depois da consulta.

Chegou nossa vez. Lembro que estava sendo oferecida alguma cura ou vacina no local (não sei se para uma gripe ou outra peste). As pessoas saíam totalmente estranhas da sala; eu perguntava o que tinha acontecido e elas não sabiam dizer, pois estavam totalmente perdidas e confusas.

Chegou a minha vez e senti muito, muito medo. Entrei num ambulatório onde uma enfermeira analisou minha ficha clínica, e nela estava escrito algo assim:



[(Tipo “C”). Obstinados, intelectualmente não domináveis, contestadores. Tratamento efemeramente eficiente. Subversivo. Cuidado.]


Conforme pude ler o que estava escrito, foi me tomando um pavor repentino. Mesmo assim, a enfermeira me encaminhou para uma sala hospitalar. Muito suspeita, hermética, naquele estilo de SALA DE EXPERIMENTOS.

Levantei minha voz com autoridade e perguntei: “o que é isso que temos aqui, um tratamento de choques? Teste científico em humanos? Não me submeto. Recuso.”

Os “doutores” assustaram-se com minha reação e tentaram me agarrar à força. Criei toda a força que tinha para chutar, espernear e não permitir que me pegassem. Saí correndo, e fui perseguida por um grupo de funcionários. Quando tentaram me agarrar de novo, estranhamente sentiram algo e desistiram. Então parecia que mal podiam me ver. Foi como se houvesse um bloqueio, uma barreira, por causa da minha fé. Eles não conseguiram chegar mais perto de mim. Então recuaram e me esqueceram ali.

Caminhei por muito tempo na área externa desse hospital, e tudo ao redor parecia estar em ESTADO DE SÍTIO. As pessoas ficavam sentadas, “dopadas” em bancos de madeira úmidos pela chuva e lá estava também minha família, num estado entristecedor de apatia. Observação: à época em que tive esse sonho profético, minha família ainda não havia se convertido.

Cheguei perto deles e disse: "precisamos sair daqui". Eles nem me ouviram ou tiveram uma vaga lembrança de casa. Aquilo me entristeceu profundamente, e me deixou sem esperança. "Vamos, vamos pegar o carro para irmos embora". Enfim entenderam minha mensagem. Entramos no carro (que ainda estava estacionado no local), e quando estávamos quase na saída eu percebi que o portão principal estava FECHADO e cercado com ARAME FARPADO.

Campo de concentração de Auschwitz (1940)

Meu coração apertou e eu entendi tudo aquilo. Era uma prisão, ou, mais especificamente, um campo de concentração. E nós, população enganada, estávamos servindo de cobaia ali, sendo torturada com experimentos gradativamente letais.
Entrei em desespero. Descemos do carro e eles voltaram a se sentar, apáticos. 

Enfim, em determinado momento, o portão se abriu para que entrasse um veículo “deles”. Vi a chance de escapar e chamei minha família, mas eles não pareciam entender; estavam todos debilitados. Percebi que não conseguiria levá-los na fuga e, se ficasse ali, também não conseguiria buscar ajuda. 

Com o coração dolorido, deixei-os ali para buscar socorro; escapei pelo portão principal e consegui driblar um guarda. Correndo o máximo que pude, me abriguei no primeiro lugar amigo que encontrei: uma SINAGOGA, onde parecia estar havendo um culto judeu. Sentei-me para respirar e organizar o pensamento.


Ao meu lado estava um pequeno menino judeu, com um kipah na cabeça. Ele sorriu para mim e eu peguei em sua mãozinha.
Ao fim do culto, uma mulher pegou o microfone e disse algo como: “enfim, após estas palavras, aviso que aqui também será oferecido o tratamento contra...”

Antes mesmo de ela terminar a frase, minha espinha gelou. Era a mesma enganação. Ali também fariam os fiéis de cobaias, naquele lugar, ou eles seriam levados a um outro hospital, não sei ao certo.

Seria assim em todos os lugares? Estava desesperada, não havia para onde fugir, porque em todos os lugares imperava a mesma coisa. Aonde quer que eu fosse, o governo/ditadura que existia era um só.

Então, olhei para a bandeira de Israel que ornava a sinagoga e finalmente percebi algo errado: o olho de Horus dentro da estrela "de Davi".




Nesse momento fiquei horrorizada, peguei o menininho pela mão e nos escondemos em uma saleta da sinagoga, atrás de uns bancos de madeira amontoados, que não estavam sendo utilizados. Quando a movimentação acabou, agarrei-o pelo braço e procurei a saída.
O sonho acabou no exato momento em que saíamos para fora do templo, atravessando quintais de propriedades particulares e tomando o cuidado de não sermos vistos por ninguém. A sensação era de HORROR. Ou seja, a qualquer momento eu poderia ser capturada. E assim terminou o sonho.

A impressão que tive foi clara: uma espécie de segundo nazismo em nossa época.
Acordei suada e com o coração na garganta. Olhei ao meu redor e tudo foi tão real que suspeitei que estivesse acontecendo.
Garanto que demorou bastante para me acalmar, e repetir a mim mesma: isso não aconteceu, não está acontecendo.

Também posso garantir que esse não foi um pesadelo comum. Foi uma revelação da parte do Senhor, como um segredo; acordei muito pesada. Um peso de antever algo inevitável, de conhecer o que vem a ser o futuro de um mundo governado pelo homem, mas sob as ordens do diabo, contemporâneo a uma Terceira Guerra Mundial, correspondente ao período tratado na Bíblia como fim dos tempos ou Grande Tribulação.
Não foi um simples sonho de memórias acumuladas. Não tinha assistido ao filme "Lista de Schindler" no dia anterior, e, no entanto, o sonho foi repleto de detalhes, mostrando toda uma organização política e um regime nazista. A certeza que tive ao acordar foi a de um futuro terrível.
Repetia para mim mesma: isso não pode acontecer de novo. Depois de passado o terror, as primeiras coisas que me vieram à cabeça foram os estudos sobre a Nova Ordem Mundial, a centralização dos governos sob um único poder.

Na época, eu já sabia como era a bandeira de Israel, mas não fazia sentido sonhar com aquele olho maligno no centro dela (olho de hórus, deus egípcio, um símbolo ocultista muito reverenciado, o qual representa o olho de Lucifer).

Quando tive o pesadelo, não havia estudado muito sobre o assunto. Atualmente, estou melhor informada, e oro para que todos, sem exceção, cheguem a conhecer:
Você precisa saber que há uma elite de pessoas no mundo, famílias muito influentes, poderosíssimas, inclusive presidentes, líderes políticos, grandes empresários, celebridades, comunidade científica, que dão muito valor a esses símbolos. Essas pessoas se reúnem em irmandades, sociedades secretas onde podem compartilhar abertamente suas crenças.

Elas dão grande valor a símbolos, que cultuam juntamente com deuses como Baal, Moloch, que são exatamente os deuses adorados pelos povos pagãos na Antiguidade. O culto a esses "deuses" nunca deixou de ocorrer durante a história.
Trocando em miúdos, temos uma elite de pessoas que se reúne esporadicamente para decidir os destinos do mundo, na economia e política (imaginável); essas mesmas pessoas são religiosas e adoram entidades do mundo ocultista antigo (bode Baphomet, coruja/Moloch, por exemplo), perpetuando as práticas e mistérios ocultistas surgidos da antiga Babilônia, nos tempos de Ninrode.

Elas decidem qual será o material com o qual você terá contato no dia a dia, quais idéias devem ser propagadas através da mídia (jornais, televisão, música, cinema), como deve ser a moral – ou falta de moral – na sociedade, o processo de aceitação de valores antibíblicos pela grande massa, ou seja, de forma indireta moldam o destino espiritual da humanidade, do povo que não tem discernimento espiritual e se agarra ao que é ditado pelos poderes deste mundo (inimaginável).

Mas eu diria mais. Diria que eles são adeptos do satanismo. Sua religião se baseia na ideia de que não há o bem e o mal, de que cada um tem um deus dentro de si, digno de ser elevado e sobreposto a regras que regulem a moral, e o mentor deles é o próprio satanás (o qual delega seus poderes aos principados e potestades do ar), que, para eles, é o anjo de luz e sabedoria, porém, incompreendido por Deus.

Um dos sinais que eles usam para se identificar é a mão em forma de chifre (a mesma do rock’n’roll). Quantas vezes você, que gosta de música rock, fez esse sinal sem saber o que significa? Veja, vários governantes e pessoas influentes (que não têm nada com o rock), andam por aí se identificando com seus "irmãos" dessa forma (fotos):

mano cornuto


E até nossa atual presidente, em um debate eleitoral, o fez discretamente:



Pois bem, essas pessoas se julgam a última bolacha do pacote na terra, escolhidas por “deus”, mas na verdade são instrumentos de satanás para o cumprimento das profecias bíblicas.
No meio delas há hierarquia, organização estruturada, tudo bem velado sob o manto das irmandades secretas.
Os governos mundiais recebem diretivas de como proceder de "espíritos superiores", que para eles são "espíritos iluminados".

Mas nós, os cristãos, sabemos que se tratam de principados e potestades, se encarregando de organizar e manter o domínio do diabo sobre as nações (ex. na Bíblia: em Daniel 10:13, o anjo do Senhor cita que teve que lutar contra o príncipe da Pérsia antes de trazer a resposta às suas orações). 
Esses homens "imortais" se reúnem secretamente (nem a mídia, nem qualquer “mortal” têm acesso ao que discutem), em reuniões como a do Clube Bilderberg,

Bilderberg Club

Bohemian Grove e outros:



Há dezenas de informações que poderiam ser reunidas aqui, mas há material suficiente na Internet (infelizmente, você não encontrará nada na TV ou jornais). Primeiro, a fim de ter seus olhos espirituais abertos para a verdade, que é Jesus, leia a Bíblia (dica: comece pelo Novo Testamento). Depois, se quiser saber mais sobre os recentes acontecimentos mundiais que estão culminando no cumprimento das profecias bíblicas, pesquise vídeos e artigos na Internet. Quanto às matérias disponíveis na Internet, devem estar de acordo com as Escrituras. Do contrário, são descartáveis.

A maioria dos presidentes dos Estados Unidos foi maçônica. Muitos estão interligados por laços genealógicos, e, antes de serem eleitos, passam por iniciações em ordens secretas.
Por fim, descobri a parte mais macabra da história: hoje, nos Estados Unidos, há campos de concentração vazios, novos em folha, e também milhares de caixões de plástico no Estado da Georgia, Indiana, etc., oriundos do departamento FEMA do governo, esperando alguma finalidade. O que estariam os governantes tramando contra a humanidade? Pesquise no Google e no Youtube: caixões e campos de concentração da FEMA, pedras guia da Georgia!

É exatamente coincidente com meu pesadelo. Com toda sinceridade, não sabia nada disso e não havia assistido aos vídeos antes do sonho. Descobri um tempo atrás, depois de mergulhar no assunto. Imagine meu espanto quando vi que tudo coincidia com o que havia sonhado.

Enfim, você deve estar se perguntando, mesmo que tudo isso seja verdade (e é), que eu posso fazer? Bem, para salvar o mundo? Nada. Mas para salvar-se a si mesmo e à sua família, há um modo. Se você ler a Bíblia, verá que suas profecias estão se cumprindo. Jesus é o único caminho e a verdade, nossa salvação. É o Deus que nos tirará das trevas, assim como tirou os hebreus da escravidão no Egito. Tudo que está na Bíblia é a verdade. Se te custa a acreditar, quer dizer que você já foi bem condicionado pelo sistema.

Por que razão nos dias de hoje é tão natural para uma pessoa debater racionalmente sobre ETs e discos voadores, mas é tão difícil para essa mesma pessoa crer na existência e no poder de Deus, bem como no testemunho fiel e salvação que há em Jesus Cristo? Isso é resultado de como organizam a sociedade em que vivemos. Nós somos desde cedo condicionados a pensar como eles e a acreditar no que eles querem, por meio da mídia, dos filmes, da moda. É o que todo mundo faz. A propósito, sabe por que se fala tanto sobre os ETs? Abduções? Sabe por que isso é tão propagado? Para, um dia, poder-se dizer que foram os ETs os responsáveis por isso:

"Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares."
(1 Tessalonicenses 4:17)

Você percebe que, quando chegar a hora do arrebatamento da Igreja de Jesus, vão dizer que as pessoas foram abduzidas (e não arrebatadas)? Os governantes e cientistas poderão explicar que houve uma abdução coletiva por extraterrestres.
E aí? Você vai querer estar no time dos que sobem nas nuvens até Jesus, ou dos que ficam neste mundo para testemunhar a ira do Senhor?

De acordo com a Bíblia, essa época de grande tribulação está próxima. Você já deve ter ouvido falar dos sinais do fim dos tempos (terremotos e catástrofes naturais cada vez mais freqüentes, violência, desamor, rumores bélicos, revolta de filhos contra pais, sodomia e depravação, unificação de moeda e governos, progresso veloz da ciência, multiplicação de religiões, avivamento e conversão de pessoas, etc.). Quem sabe você mesmo, seu filho ou seu neto esteja aqui quando tudo acontecer? A hora, ninguém, senão Deus, sabe ao certo. Mas se o homem da casa soubesse a que hora entraria o ladrão, não ficaria ele vigiando (Lucas 12:39)?

Acorde! Veja que sua mente é moldada diariamente! Não acredite em tudo o que você vê na TV. Seja livre e conheça a verdade que não é a dos homens, mas a de Deus. A Bíblia foi escrita sob inspiração do Espírito Santo. Nela você encontrará o retrato do que ocorre nos dias de hoje. Nela está toda a sabedoria necessária, se você se considera algo mais do que um corpo feito de carne e acredita sinceramente que deve haver algo a mais do que essa vida. Há Bíblias em linguagem muito fácil hoje em dia nas lojas evangélicas. Para começar, recomendo a Nova Tradução para a Linguagem de Hoje (NTLH).

Não é fácil escrever tudo isso, sabendo que a maioria das pessoas não dá valor à verdade, não se importa, ou acha tudo isso absurdo, uma perda de tempo. É por essa maioria que eu oro. Pois TUDO PROVA QUE ESTAMOS VIVENDO NUM MUNDO QUE É DO MALIGNO. Se esses vídeos não te bastam, procure mais.
Quando comecei a pesquisar, não sabia que chegaria tão longe. Não acreditava em nada disso. Não sabia que estava sendo tão enganada. As pessoas me aconselharam a parar, porque havia noites em que perdia o sono e a paz por não me conformar com essas verdades cruéis (isso acontecia quando eu ainda era uma recém-convertida). 

Mas sei que devo divulgar a verdade, porque meu dever é o de levar as almas ao Senhor, abrir os olhos dos que estão espiritualmente cegos. Deus tem me ajudado infinitamente, tem sido meu pastor, tem cuidado pessoalmente de todos os detalhes da minha vida. 

Não importa o que você tenha feito ou deixado de fazer. A vida de Jesus foi perfeita e Ele oferece o perdão de todos seus pecados através do seu próprio sangue, apenas para que você seja salvo, porque Ele te ama. O mundo vai entrar em colapso em breve. As pessoas realmente fiéis a Jesus vão deixar esse mundo em breve!

Cuide-se. Busque o Senhor. Foi Ele quem me orientou a escrever tudo isso, só para que você ouvisse. Só Ele é Senhor digno de louvor.


Nada me é mais suficiente que recostar-me à Tua sombra, e, debaixo de Tuas árvores frondosas, descansar pela eternidade.

Sem Ti, SENHOR, sou como ovelha sem pastor. O meu desejo é permanecer em Tuas colinas, sob o cuidado do Teu olhar. 

Me curvando diante de Ti, consigo encontrar uma coragem que não é minha, e um propósito que é o Teu em minha vida.

Quero que me uses, SENHOR. O que mais quero é ouvir-te. Tira minhas dúvidas e mostra-me Teus propósitos.

Obrigada por me dar a chance de Te servir e de estar aos Teus pés.
Servindo-te, eu não temo mais nada.

Só Tu és Deus digno de louvor. 


Eu Te amo.

Obrigada.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Lendo a Bíblia avidamente em 2010


Após tanto sofrimento, começa a verdadeira vida...
Houve, então, determinado ponto do ano de 2010 em que foi pregado a mim o Evangelho do nosso Senhor Jesus Cristo.
Essa pessoa, que hoje é meu marido (casados desde dezembro de 2012), meu amigo na faculdade de Direito, foi muito paciente em explicar-me sobre a realidade do mundo espiritual, sobre o amor incondicional de Deus por mim, o fato de que o pecado estava me afastando da comunhão com o Senhor, e que eu nunca ficaria em paz se continuasse a viver daquele modo.
Ele me discipulou com amor e doutrina (2 Timóteo 4:2); também tinha a intenção de casar-se comigo (risos), mas quanto ao Evangelho, tudo para mim era muito novo, muito surpreendente e, sinceramente, parecia loucura!
Foi quando ainda estávamos namorando que meu marido me presenteou com minha primeira Bíblia...





Então eu li, avidamente e quase sem respirar, de Gênesis a Isaías; depois pulei os outros profetas, e li seguidamente de Mateus a Apocalipse.

Mesmo lendo a Palavra sem uma fé consolidada, sem ser batizada pelo Espírito Santo, sem sua iluminação, os relatos bíblicos foram abrindo portas de um mundo antes desconhecido para mim, as portas da eternidade; isso porque a Palavra de Deus é poderosa por si mesma.


Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração.

(Hebreus 4:12)


Enquanto eu lia a Bíblia, me sentia em paz.
O Senhor, aos poucos, em  um processo dolorido (porque exige um confronto do nosso ser; a Bíblia é como um espelho), foi me ajudando e me curando da depressão, ao me mostrar como Ele me enxergava: valiosa e amada.
Comecei a ler a Bíblia apenas para adquirir conhecimento, mas fui percebendo que minha vida nunca mais seria a mesma.
Enxerguei o meu pecado, tive a noção de que era necessário o arrependimento, o lançar-se aos pés de Jesus, pedir perdão pelas minhas transgressões, o humilhar-se, a transformação das atitudes e da mente.
Comecei a sentir o temor do Senhor (Provérbios 9:10), comecei a crer que Deus era real, que finalmente havia atendido meus pedidos de socorro, quando estava em depressão, e escrevia desesperadamente em meu diário: "Deus, me ajude, preciso de sua ajuda".
Então percebi que o Senhor usara a vida do meu marido para apresentar-se a mim, e a leitura da Bíblia foi definitivamente um marco em minha vida.
Isso porque, depois de lê-la quase que completamente, o sobrenatural do Senhor começou a acontecer cada vez mais frequentemente no meu dia a dia.
Eu recebi sinais e milagres que testificaram a existência, o amor e o cuidado do Senhor para comigo.
Nesse ponto sou uma nova convertida.
Vamos aos próximos capítulos...