segunda-feira, 1 de setembro de 2014

"Recordarei os feitos do SENHOR!" - revelações e visões

Como posso expressar meu amor por ti, Senhor? Você está em todos os lugares. Se olho para o céu, de lá você me vê, se olho para frente, ou para trás, ou para os lados, você está lá também! Se olho para dentro, para meu interior, a habitação do teu Santo Espírito, sinto você bem perto de mim. “Para onde poderia eu escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da tua presença?” (Salmo 139:7). É como teu Espírito Santo, ao inspirar Davi, escreveu no Salmo 139: “tal conhecimento é maravilhoso demais e está além do meu alcance, é tão elevado que não o posso atingir” (Salmo 139:6).

Quando estou me derramando em tua presença, não quero mais sair desse lugar. Perco a fome, o interesse em outras coisas, pois tudo o que quero é te sentir, te ver, te adorar, estar junto a ti, bem perto do teu coração, dos teus pensamentos, me aninhar em teu abraço.
Chego a chorar de anseio pela tua presença, pela tua glória, pelo teu abraço, por estar nos átrios do teu palácio, que não é feito por mãos humanas.
Chego a sonhar com as vestes brancas que o Senhor me dará, com a grande festa do povo de Deus, povo restituído e santo, todos juntos servindo a ti, ó Grande Rei.
Você coloca seus anjos para me guardarem; se acaso um dos meus pés tropeçar nalguma pedra, eu jamais cairei.

Você me disciplina porque me ama, quer que eu exale a tua justiça em todas as circunstâncias. Eu sei, Senhor, o que você quer de mim: uma filha à tua semelhança.
Eu amo a sua correção (Salmo 94:12), porque, pelo teu amor, eu jamais ficarei iludida ou insensível quanto ao que é errado.
Você me mostra a verdade e me leva aos lugares altos, onde só se chega com a humildade que o Senhor me dá, proveniente do teu Espírito.
Ao mesmo tempo, você me protege; disciplina-me, ensina-me, mas não me deixa a chorar além do tempo necessário. Você sempre me traz um lenço perfumado de bálsamo para enxugar as lágrimas derramadas durante a disciplina, que precedem a sabedoria derramada sobre mim diretamente do teu trono.
Somente a tua graça me faz caminhar em verdadeira justiça.

É assim que me sinto: sou cercada por ti e pelo teu grande amor, o tempo todo.
Nunca senti um amor tão grande assim, é sobrenatural!
Mesmo sabendo que não sou perfeita, que às vezes peco, que às vezes sou cabeçuda demais para entender as coisas, você me ama, e quer investir seu amor e cuidado em mim.
Obrigada Senhor, eu jamais poderei expressar em palavras toda a minha gratidão. Então expressarei em atitudes, em uma vida vivida por ti e para ti, em santidade e obediência aos teus mandamentos. Como eu te amo, Soberano Deus!

"Recordarei os feitos do Senhor; recordarei os teus antigos milagres.
Meditarei em todas as tuas obras e considerarei todos os teus feitos." (Salmo 77:11-12)

Preciso me lembrar de tudo quanto o Senhor tem feito por mim. Nos últimos dias, o Senhor tem se manifestado tantas vezes que preciso anotar aqui alguns registros, para jamais me esquecer dos grandes feitos do meu Salvador.
Como eu havia pedido, o Senhor abriu meus olhos para o mundo espiritual. Ele me concedeu o dom de discernimento de espíritos, e tenho visto algumas nuances do mundo invisível aos olhos humanos, porque assim foi da vontade do Senhor, para manifestação de sua glória.
Tenho visto tantas coisas! Mas de que adianta vê-las se não houver sabedoria para interpretar cada uma delas?
Por isso, tenho clamado ao Senhor por sabedoria, para que possa discernir o porquê e para que de cada visão.
Já não me lembro mais de quantas vezes vislumbrei anjos do Senhor e anjos malignos passeando em nosso meio, desde a última vez que escrevi aqui, porque, de fato, à medida que minha busca pelo Senhor foi aumentando, mais sinais o Senhor me permitiu ver, de modo que perdi a conta de todos esses pequenos milagres que vêm acontecendo ultimamente.
Então registrarei os acontecimentos que mais ficaram marcados nos últimos dias:

1) A libertação de uma pessoa da família.
Uma pessoa de minha família esteve gravemente enferma, no leito de morte. Clamamos ao Senhor e, por misericórdia, o Senhor tem estendido os dias de vida dela.
Tive um sonho que prefiro não comentar, mas que mostrou um claro processo de libertação dessa pessoa, pelo qual ela deve passar a fim de receber a salvação do Senhor. Ficou muito claro, através desse sonho profético, que o Senhor estava me dizendo: ainda não o levei porque preciso limpá-lo, prepará-lo para mim, libertá-lo de todo pecado, tratá-lo e curá-lo na alma e no espírito.
Meu marido também teve um sonho acerca da necessária libertação espiritual dessa pessoa.
Estamos vendo isso acontecer aos poucos. Eu e minha família, que estamos vivendo em obediência a Jesus e começando a entender os caminhos que Deus usa, estamos vendo a libertação começar timidamente. Precisamos de mais direção do Senhor quanto ao modo de proceder.
Temos pregado o Evangelho a ele, temos orado e clamado em seu favor a Jesus. E como o inimigo tem ficado furioso! Tenho sentido o inimigo irado, se levantando para revidar, mas não tenho medo! O próprio Senhor Jesus nos livra de todo mal, à medida que somos íntimos do Espírito Santo! E foi para isso que o Senhor nos designou: para levar vidas ao arrependimento, à salvação de Jesus, aos braços de Deus! Somos os trabalhadores da grande lavoura que é a colheita do Reino dos Céus neste mundo.
Sei que o Senhor quer salvar essa pessoa de minha família. Essa é a intenção do Senhor: que ele tenha vida eterna, e por isso está prolongando os dias dele para fazer uma grande obra de salvação (e talvez, cura; ainda não tivemos nenhum sinal sobre isso).
Um tempo depois, tive outro sonho profético. Esse meu ente querido estava magro nos dias que precederam o sonho, parecia literalmente um esqueleto, à beira da morte mesmo. Ele foi à UTI, saiu, ficou um mês no leito do hospital. Durante as consultas periódicas, todos os médicos foram francos: nós estamos o perdendo, vocês sabem.
Então sonhei que ele ainda estava de cama, mas tinha ganhado peso. Estava “gordinho”, comparado com a situação triste de ver daqueles dias. Contei a várias pessoas que isso iria acontecer de fato e elas não creram. Disseram tratar-se apenas de um sonho. Todos apostaram na morte dele.
E hoje, enquanto escrevo, o meu amado saiu do hospital já faz algum tempo, está fazendo tratamento em casa, andando devagarzinho, lúcido, e ganhou peso. Exatamente como no sonho, como o Senhor já havia me mostrado. É verdade que não há cura humana para o problema dele. Só o Senhor pode intervir com operação de milagres. Agora estou pedindo mais sinais ao Senhor, sinais dos próximos capítulos da obra maravilhosa que o Espírito Santo está fazendo.

2) Inimigo furioso com nossa obediência a Deus.
Como disse ali em cima, como o inimigo tem ficado furioso! Tenho sentido o inimigo irado, se levantando para revidar!
Tenho levado o Evangelho aos meus avós, a duas colegas, mas não são só essas pessoas que estou tentando ajudar. Creio que, quando um cristão verdadeiro vive em obediência a Deus e intimidade com o Espírito Santo, dando bom testemunho da nova criatura que se tornou pela graça de Jesus, ele já está ajudando todos aqueles que observam sua vida a elevarem seus olhos a Deus.
Então creio que em minha família, entre conhecidos, na célula, no trabalho, o tempo todo estou a pregar o Evangelho. Não apenas isso, mas TENHO ORADO por pessoas, por suas vidas, pela sua conversão, e isso tem aborrecido sobremaneira satanás.
Percebi que ele tenta me atacar na parte emocional, tentando me desestabilizar, mas seus esforços têm sido em vão, graças a Deus.
O Senhor me mostra o que está acontecendo em termos de batalha espiritual principalmente por sonhos e visões.
A começar pelos sonhos.

À medida que fui me convertendo, fui deixando de ter aqueles pesadelos que nos fazem acordar assustados, suados ou gritando, com pavor.
Hoje em dia ter pesadelo para mim significa sonhar com batalha espiritual, com luta demoníaca, opressão na vida de alguma pessoa, demônio se manifestando no corpo de algumas pessoas conhecidas (as quais na realidade suspeito ou sei que são de fato opressas por algum espírito imundo), ou os próprios demônios lutando espiritualmente (ou até corporalmente) comigo, em sonho.
É como se o Senhor tivesse me dado um dom de desmascarar o inimigo. Se antes os demônios me oprimiam, fazendo-me ter pesadelos aterrorizantes, se disfarçando em monstros, feras, animais, “espíritos de mortos”, bonecos, assassinos, zumbis, hoje isso não acontece mais.
O Senhor me deu discernimento (por amor e graça) para tirar as máscaras dos meus inimigos, de modo que, se eles tentam se aproximar de mim nas minhas horas de repouso, para me lesar, eles não conseguem mais me implantar pesadelos opressivos, nem me tirar o sono e a paz.
Quando estou em batalha espiritual – e sempre estou –, mas quero dizer, quando a luta se acentua no mundo espiritual, o Senhor faz-me ir direto ao cerne da questão: ele é tão misericordioso que me avisa sobre algum perigo, fazendo-me acordar no meio da noite para orar, e, quanto aos ataques, ele me permite sonhar exatamente com os demônios contra os quais estou lutando. 

Foram vários casos recentes de visões. Em um deles, acordei às 4h da manhã, virei-me na cama para trocar de lado e vi o demônio saindo rápida e furtivamente do quarto (ele não queria ser visto). Creio que o Senhor me moveu para despertar, olhar o horário no celular, e virar-me de lado. O Senhor não quer mesmo que eu seja pega desprevenida.
Outro dia vi a sombra (um vulto) de um demônio transitando no quintal da casa dos meus pais, onde ocorre a célula. Desde o início da reunião, estava havendo uma briga feia na casa de um dos vizinhos, onde sabemos que reside um viciado em drogas. Paramos tudo e oramos pelo fim da briga no início da célula, mas ela continuou, com altos e baixos, até o final. Então, foi quase no fim da reunião que eu vi esse demônio atravessando o quintal rapidamente, como que saindo da casa onde houve o incidente e indo na direção oposta. Ele deu uma olhada de esgueira para nós, com desprezo, como se pensasse: “eu não tenho nada com estes”.
Outra vez eu apenas senti que tinha um demônio no meu quarto depois de passar a noite pregando a meus avós. Eu não podia vê-lo com os olhos físicos, mas simplesmente sabia que ele estava ali (com uma convicção irrefutável), e até o canto do quarto onde ele estava. Eu e meu marido oramos, repreendendo-o em nome de Jesus, e quando olhei para a porta do quarto, aí sim vi o vulto indo embora, agora com os olhos físicos.

Quanto aos sonhos, vivo sonhando que estou a expulsar demônios de pessoas conhecidas, e, às vezes, até desconhecidas. Hoje mesmo (31 de agosto) sonhei que estava a expulsar um demônio de uma criança (menino) de uns seis anos. Foi estranho um sonho que tive recentemente em que expulsava demônios de duas pessoas japonesas que conheço, uma em seguida da outra. Uma é espírita, e a outra, budista.
E, às vezes, sonho que estou em luta espiritual propriamente dita, batalhando contra o demônio em pessoa. É uma luta em nível espiritual; eles proferem blasfêmias e maldições, enquanto eu oro e profetizo em sonho, geralmente falando em línguas estranhas. Já aconteceu de eu acordar e continuar o sonho orando e dando ordens em voz alta: “sai daqui, em nome de Jesus!”.  Às vezes meu marido ouve e acorda, e então oramos juntos antes de voltar a dormir. Outras vezes, ele nem acorda; eu continuo orando e durmo tranquilamente depois de invocar o Nome do Senhor.

As sensações que tenho durante esses “sonhos” são inexplicáveis. É uma verdadeira luta, mas não física. É uma luta em espírito, com toda força mental, batalha em palavras, pensamentos, resistência com adoração a Deus, como brigar com um desafeto que gostaria de te ver morto pelo fato de você estar orando pelas vidas dos outros. Nesses momentos conto com a ajuda sobrenatural e a proteção/defesa do Espírito Santo. Não tem como traduzir em palavras.
De vez em quando (mais raro) eu sonho com uma luta corporal mesmo. Uma vez foi no início da minha vida cristã, na ocasião em que eu estava me convertendo e me libertava de um espírito de depressão. Já falei disso no blog. Lutei contra esse demônio que me aprisionava. Vi seu rosto, cabelos e vestes como as de um anjo, mas era um anjo maligno. Ele não queria me soltar! Mas pelo poder de Cristo eu o venci, e hoje posso ajudar pessoas na mesma situação.
Outra vez recente, um anjo maligno veio literalmente pular em minha cama para tentar me matar, sufocar. No sonho eu podia ver nitidamente seu corpo se retorcendo e investindo para cima de mim, em minha cama, com ódio mortal. Creio que posso até ter chegado a me mexer na cama no plano físico, para me defender.
Nesses sonhos, eu SEMPRE venço. Não são lutas fáceis. Mas eu não tenho medo, porque o Espírito Santo está batalhando comigo, e me sinto tão forte com Jesus! Me sinto mais forte que todos esses demônios juntos, não pela minha força, mas pelo poder do Espírito Santo!

'Não por força nem por violência, mas pelo meu Espírito', diz o Senhor dos Exércitos. 
(Zacarias 4:6)

Sei que o Senhor me permite ver essas coisas para mostrar a mim a realidade dessas batalhas, e revelar o quão furioso satanás e seus súditos ficam quando pregamos o Evangelho e oramos pelas vidas. Significa que nossas ações para levar a salvação às pessoas estão reverberando pela eternidade. Que tudo pelo que temos lutado é real, e tem surtido efeito.
Sou grata ao Senhor por ele estar me mostrando estas coisas.
Se ele me deixa ver, creio que é porque ele julga que estou madura espiritualmente o suficiente para ver sem me apavorar, para enfrentar com coragem meus inimigos, pelo poder e o amor do querido Espírito Santo, andando em intimidade com ele.
Sou muito grata mesmo, Senhor. Contigo sei que vencerei todos meus inimigos.

"Com o teu auxílio posso atacar uma tropa; com o meu Deus posso transpor muralhas."
(Salmo 18:29)

3) Cuidado e proteção do Senhor; visão de anjos.
Confesso que às vezes tenho enfrentado momentos difíceis; só o Senhor sabe.
Ser sensível ao mundo espiritual me faz experimentar um pouco das opressões que pairam sobre a vida das pessoas. Às vezes olho para uma pessoa, e só de ficar alguns instantes em sua companhia, percebo que ela tem algum espírito imundo a afligindo. Geralmente, a sensação vem com um aperto no peito. Sinto essa atmosfera pesada que os demônios infundem ao redor das pessoas facilmente.
Ainda estou aprendendo a lidar com tudo isso, agora que entendo de onde vêm essas sensações, com a ajuda do Senhor. Estou pedindo a ele a estrutura espiritual e emocional necessária para enfrentar todo mal, que só Ele pode me dar.
Então, muitas vezes choro, por compaixão das pessoas que sei que estão aprisionadas por espíritos. Sofro pelas pessoas ao meu redor, que quase sempre estão com os corações fechados para Deus.

"Eles estão obscurecidos no entendimento e separados da vida de Deus por causa da ignorância em que estão, devido ao endurecimento dos seus corações." (Efésios 4:18)

Sinto certa impotência quando as pessoas estão com o coração fechado demais, porque sequer surgem oportunidades para se tocar no assunto de Deus e do seu amor. O inimigo coloca o foco das pessoas nas coisas do mundo, cauterizando suas mentes e obscurecendo sua visão, fazendo-as desprezar qualquer pessoa que comece a falar do amor de Jesus. Elas acham que falar de Bíblia, obediência a Jesus é "careta", retrógrado demais. É muito triste.
Tudo que posso fazer, nesse caso, é orar pela salvação delas, e pedir ao Senhor que surja uma oportunidade em que seus corações estarão abertos para o amor e a Palavra dele.

Às vezes também sinto na pele o ódio que vem do inferno, querendo me fazer desanimar. Consigo discernir praticamente tudo que vem da parte deles, pois o Espírito do Senhor é misericordioso e me revela sem demora. O diabo tenta colocar em mim cansaço, tristeza, desânimo, frustração, confusão de sentimentos.
Então a solução é buscar a proteção do Senhor, através da oração poderosa, me derramando em sua presença e chorando diante dele, com alta voz e súplica (Hebreus 5:7), clamando por vitória, pela renovação das minhas forças.
E ele SEMPRE me atende.
Um dia estava sem forças no trabalho, onde tem sido ultimamente um campo de forte batalha espiritual em minha vida.
Estava sem força alguma, e em certo momento, questionei em pensamento: “Senhor, será que você não está aqui? Não consigo sentir sua presença e proteção neste lugar, estou ficando frustrada”.
Imediatamente senti um cheiro forte de mirra, utilizada em óleo de unção. Relacionei o fato, na hora, com a presença do Espírito Santo. Porque é isso que a unção com óleo representa: a operação e presença do Espírito Santo. Ele estava ali, a me ungir e proteger.
Como se não bastasse, também senti em seguida um perfume como de incenso queimado; não esses que os esotéricos costumam queimar (enjoativos), mas de um aroma exótico, muito agradável de se sentir.
Tenho certeza de que meu cérebro não estava a “evocar” aromas conhecidos de minha memória. Eu, de fato, senti esses perfumes muito rapidamente, e soube que eram um sinal específico do Senhor para mim.

"Seja a minha oração como incenso diante de ti, e o levantar das minhas mãos, como a oferta da tarde." (Salmo 141:2)

Eu sou como um altar oferecido em sacrifício a ti, e minha oração é o próprio incenso que sobre às tuas narinas, levadas pelo teu Espírito Santo, que está junto a mim e intercede pela minha vida com gemidos inexprimíveis (Romanos 8:26).

Em outra ocasião, após a célula, estava desanimada e sem forças, com vontade de chorar. Estava exausta mesmo, sem um motivo específico, apenas precisando do conforto de Deus. 
Então saí de fininho da reunião e fui agradar meu gatinho (Bilbo).
Ele estava bem sonolento, com os olhinhos semifechados, mas recebeu meu carinho, e olhava para mim.
Depois de um tempo o acariciando, percebi que a expressão de sua carinha mudou. Suas pupilas dilataram, ele arregalou os olhos (mas sem ficar assustado) e olhou diretamente para a minha direita, como se houvesse alguém de pé, bem ao meu lado, próximo a mim. Ele ficou olhando um bom tempo naquela direção e notei que seu olhar não era de espanto, nem o de um felino acompanhando o movimento de algum inseto ou outra presa. As córneas dos seus olhinhos encheram-se de água (ficaram brilhando) e seu olhar era de paz, como o de quem vê uma pessoa conhecida e muito agradável.


Comecei a chorar, em prantos, na mesma hora. Soube que era um anjo do Senhor, enviado ali, para me consolar e fortalecer. Simplesmente soube.
Depois de um tempo, toda aflição passou.

Numa das outras ocasiões de fraqueza, desânimo e aflição, comecei a orar ao Senhor em alta voz, sentada no sofá de casa, depois que meu marido saiu para trabalhar.
Orava e clamava, chorando ao Senhor, pedindo a Ele forças, porque estava muito fraca, muito cansada, sem vontade de continuar lutando.
Então orei tão fervorosamente, pedindo por ajuda, que de repente minha oração começou a fluir em línguas estranhas.
Eu orava nessas línguas e não sabia o que estava a falar, mas sabia que era para que o Espírito Santo me fortalecesse.
Cheia de lágrimas a embaçar minha visão, em determinado momento, fui abrindo meus olhos vagarosamente, enxergando tudo embaçado, e vi duas mãos impostas sobre meu rosto, como nesta foto:


Por detrás também havia a cabeça de um anjo, mas só conseguir focar a vista nas mãos, e logo em seguida caí em prantos, emocionada, porque soube que ele estava trazendo refrigério diretamente do trono do Senhor. O Senhor havia se compadecido de mim, e estava renovando minhas forças para que eu pudesse ter vitória nas minhas lutas contra os meus inimigos.
Detalhe! Ele falou claramente em meu coração: "você ainda não entregou todas suas lutas a mim. Entregue TODAS essas batalhas a mim. Pare de tentar lutar como se estivesse só."

"Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome."
(Salmo 23:3)

A experiência sobrenatural mais recente foi no dia 24 de agosto, logo após o final do culto de domingo à noite. Minha Igreja recentemente separou uma sala para berçário, para as mamães amamentarem seus bebês, com televisão para poderem acompanhar o culto, que será simultaneamente transmitido naquela sala.
Então, imediatamente após o culto, quando estávamos saindo e passando próximos a esta sala, eu vi próximo à porta da salinha um senhor, de barbas brancas e cabelos brancos, mas vigoroso, que estava sentado numa cadeira de fios de plástico, confortável e tranquilo, observando tudo ao seu redor (as pessoas passando, indo embora). Ele estava muito sereno mesmo, em conflito com aquela cena de todos saindo do culto pela porta dos fundos, querendo chegar às suas casas logo.
Vi tudo isso numa questão de um segundo.
Achando muito estranho, virei-me para observar melhor. Mas aí... onde estava o senhor? Onde estava a cadeira? Fiquei confusa por um momento. Percebi que tinha sido uma visão.
Nunca havia visto qualquer coisa do mundo espiritual tão nítida assim, e ainda mais na forma de uma pessoa!



Até agora, o que andava vendo eram somente vultos, com poucos detalhes notáveis, mas desta vez foi muito nítido!
Na hora tudo que consegui dizer foi: “ai!”
Meu marido perguntou: “o que foi?”
Como estava confusa, respondi: "nada não".

Depois contei à minha líder de célula, e ela recomendou que eu orasse ao Senhor para que ele mesmo me desse a revelação do que a visão significa.
Fiquei um pouco chateada por não conseguir interpretar aquilo na hora.
Então, na quarta-feira seguinte (dia 27 de agosto), estava a esperar alguns nuggets assarem no forno, em minha cozinha, minutos antes de sair para o trabalho, quando peguei a minha Bíblia.
Li alguma parte ou outra, sem me fixar em nada, e depois a fechei, mas continuei a segurá-la.
Então falei com o Senhor, sem botar muita fé de que obteria alguma resposta, é verdade, mas falei o que estava em meu coração:
“Senhor, bem que o Senhor podia me responder quem era aquele senhor através da sua Palavra, não é?”
Não gosto de “roleta russa” com a Bíblia. Se abrirmos a Bíblia em uma página qualquer, sem a orientação do Senhor, esperando uma mensagem direta dele, corremos o risco de ler alguma passagem sem qualquer conexão com o assunto, sem relação alguma com o que estamos buscando, e ficarmos decepcionados.
Era isso que eu temia. Mesmo assim, resolvi abrir a Bíblia ao acaso, em qualquer página, sem critério algum (não esperava resposta correlata alguma).

DE REPENTE, na PRIMEIRA página que abri “ocasionalmente”, no PRIMEIRO versículo que li “acidentalmente”, estava escrito (1 Crônicas 9:21 e 22):


Meu Deus! Comecei a chorar emocionada!
A Bíblia, com tantas páginas, tantos temas! 
Abrir na página certa e bater o olho no versículo certo que o Senhor queria me mostrar naquele instante, isso é SOBRENATURAL!
Extraordinário!
O próprio Senhor me deu a resposta do que eu havia visto: era um guardião dele, um guarda do portão, um sentinela dos céus, um ANJO colocado ali por ele, para vigiar sua igreja.
Imagino que os cabelos e barbas brancas eram um símbolo da sua autoridade, experiência e sabedoria.
Glória a Deus!
Aleluia!
É assim que termino esse post, louvando o Senhor, bendizendo o seu Santo Nome!
Louvado o Nome daquele que vive e reina para todo sempre, o Senhor Jesus, o meu Rei!

"Provem, e vejam como o Senhor é bom. Como é feliz o homem que nele se refugia!"
(Salmo 34:8)

Felizes os que confiam no Senhor, que nele se refugiam!
Sou feliz por servir esse Deus tão amoroso e poderoso!
Isso é só o começo! Eu te amo, Jesus!

quarta-feira, 16 de julho de 2014

O Plano de Salvação

Três vídeos sequenciais que elaborei sobre o PLANO DE SALVAÇÃO. Total da pregação: 60 minutos.
Deus abençoe sua vida!





terça-feira, 8 de julho de 2014

Dia Feliz - Batismo da Família - 5 de julho de 2014

Estou sem palavras para expressar minha gratidão ao SENHOR, pelas obras maravilhosas que Ele tem feito!
Qualquer expressão de gratidão nunca será suficiente, nunca chegará perto de todo louvor e adoração que o Senhor merece!
Te amo, Jesus!
Minha vida é tua.
E a deles, também.

sábado, 26 de abril de 2014

Uma Carta Para G.

"Olá G., tudo bem? Espero que sim.
Você não me conhece, e nem eu te conheço pessoalmente, mas apenas de ouvir falar, pela sua mãe, D. L. E como ela é querida!
Quero que você saiba que todos os sábados nós nos reunimos num grupo de oração na casa de minha mãe chamado “célula”, e que todos estamos em oração pela sua vida há algum tempo! 
Na verdade, amamos sua vida e oramos para que o Senhor te dê tudo do melhor que Ele já preparou para você. Queremos ver as promessas do Deus Vivo se cumprindo todas, uma a uma, em sua vida, e que ele realize uma grande restauração em seu coração, fazendo crescer uma alegria genuína e plena, que talvez você não vinha sentindo há muito tempo!
G., não conheço sua história, todas as dificuldades pelas quais você passou, mas eu sei de uma coisa: não há nada que Jesus Cristo não possa restaurar, reconstruir, e erguer novamente!
A Bíblia diz que “o mundo jaz do maligno” (1 João 5:19). Às vezes sentimos isso na pele, pois as coisas do mundo, tudo o que ele tem a nos oferecer, muitas vezes acabam tirando nossa alegria e nossa paz! A Bíblia diz que temos um inimigo de nossas almas, chamado satanás, e que ele atualmente está governando o sistema de coisas deste mundo, e ele tem feito isso muito bem! Sabe como? Destruindo as famílias, fazendo-nos pecar contra os homens e contra Deus, tirando a esperança das pessoas, mantendo-nos presos em labirintos mentais, causando-nos depressão.
No meu caso, passei por uma depressão terrível em 2008! Não tinha vontade de me levantar da cama, preferia não estar vivendo, não queria conversar com ninguém, estava aprisionada num mundo de solidão, pensando que ninguém me amava, que meu caso não tinha solução! Na verdade, até desejei a morte.
E não tinha um motivo para tudo isso: nunca me faltou nada, meus pais sempre me deram do melhor: desde brinquedos, roupas, estudos, tudo do bom e do melhor! Não havia mesmo nada do que reclamar!
Mas mesmo assim eu sentia um vazio em minha alma, era como um buraco negro no meu coração, que nada podia preencher! Nada podia me animar para desejar lutar, mudar, vencer, conquistar algum objetivo, por menor que fosse! Eu estava perdida num labirinto, sem esperança de encontrar a saída!
Então me apresentaram Jesus e Palavra de Vida dele, e aí fui sendo liberta da depressão aos poucos. Aos poucos, Deus foi começando a se apresentar a mim, e me mostrar quem eu realmente era: uma mulher valiosa aos olhos Dele, alguém que Ele amava, com quem queria ter um relacionamento firme! Ele queria que eu fosse alguém com quem Ele pudesse contar para realizar suas obras.
O Senhor foi me dando forças onde não havia mais nada! Foi me dando vontade de mudar, transformar minha história e nascer de novo, para uma nova vida! E isso tudo porque Deus é um pai fiel, que nunca nos decepciona! Como posso descrever o amor do SENHOR por nós? Não é possível medi-lo, pois Seu amor é o maior que existe, e “sua fidelidade chega até as mais excelsas nuvens” (Salmos 36:5).
Eu descobri uma paixão muito grande em minha vida! É um amor sem fim, que nada nem ninguém tem o poder de me tirar! Deus se tornou como um fogo no meu coração, ele preencheu o buraco negro que existia lá antes! Ele é, para sempre, o grande amor da minha vida!
Hoje, graças a Ele, nunca mais tive crises de depressão, estou trabalhando, casada, as pessoas que hoje estão tristes me chamam para ir orar por elas, e até pedir conselhos!
Hoje o Senhor tem me usado para pregar sua Palavra Fiel, e depois de mim, todos aqui em minha casa (meu pai, minha mãe, minha irmã, e atualmente até meus avós) se converteram! Todos são filhos de Jesus Cristo, o Pai Amoroso! O único que pode preencher o vazio sem explicação das nossas almas.
Sou muito grata ao Senhor, G., pelo grande amor e misericórdia dele. Ele me transformou de uma pessoa depressiva, egoísta, orgulhosa e mimada, em uma pessoa cheia do Espírito Santo, do amor de Deus, da paz que o mundo não pode oferecer, porque só pode vir dos céus! “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus” (Filipenses 4:7).
Quem hoje olha para mim não consegue me imaginar no fundo do poço, mas é porque o SENHOR me amparou, com sua mão direita me ergueu, naquele tempo de extrema dificuldade.
“Quando eu disse: o meu pé vacila; a Tua benignidade, SENHOR, me susteve” (Salmos 94:18).
Quero dizer a você o seguinte: se você clamar, se você chamar por esse Deus, se você invocar o Nome de Jesus, ele pode te fazer vencer as dificuldades, pode restaurar sua alma, seus sentimentos, tirar seus medos, ansiedade e aflição, e te dar uma água que vai matar sua sede para sempre.
Jesus disse: "Se você conhecesse o dom de Deus e quem lhe está pedindo água, você lhe teria pedido e ele lhe teria dado água viva" (João 4:10). “Quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Pelo contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna". (João 4:14).
Imagine uma água que, ao você beber dela, sua sede acabasse para sempre, e essa água fizesse nascer uma fonte de um rio bem caudaloso, abundante, dentro de você, saindo do seu coração, tão forte quanto uma cachoeira.
É um rio tão forte e verdadeiro, que os outros, ao olharem para você, vão se perguntar: o que ele tem de diferente? Ele tem uma força diferente, inexplicável, uma coisa que atinge minha alma, há poder no seu olhar! Este homem é diferente, o que ele tem?
Sim, Jesus é capaz de fazer um rio nascer e correr em nós, de dentro para fora, e ele faz isso através do Espírito Santo. Quando você aceita Jesus em sua vida, e o convida, orando, para entrar em seu coração, ele vai fazendo tudo isso, ao te enviar o Espírito Santo para morar dentro de você eternamente!
Primeiro ele nos limpa de tudo que é mau. Se pedirmos que ele nos perdoe os pecados, “Ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1 João 1:9).
Então ele vai limpando primeiro nosso interior, e vai enchendo nosso coração com o amor dele. É um amor que nos constrange, dá até vontade de chorar por muito tempo, de alegria! É um amor tão grande e tão inexplicável, que vai quebrando nosso coração e deixando nosso espírito bem humilde!
Em nome de Jesus, eu profetizo sobre a sua vida que você começará a sentir esse amor te inundando como um rio, aí mesmo onde você está, à medida que você for chamando esse Deus pelo seu Santo Nome.
Quando você sentir esse amor te consumindo, começará também a sentir uma alegria que nunca sentiu antes! Você vai começar a presenciar o amor do Senhor te transformando em seu interior. Ele falará contigo de algum modo.
"Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede” (João 6:35).
Você crê nessa promessa, G.? Somente o Filho de Deus, o Messias, o Enviado dos céus, Jesus, o Cristo, o Salvador, pode nos tirar de um atoleiro de lama, e nos colocar num lugar alto, usufruindo da paz de Deus, fazendo-nos sentar numa mesa farta junto a príncipes e reis!
E que fique claro: Ele não faz isso porque merecemos. Na verdade, nós sempre desprezamos Deus com nosso orgulho e autossuficiência, não o adoramos como Ele merece e não merecemos nada de bom mesmo. Na verdade, Ele faz isso por amor. É somente por GRAÇA, e não por merecimento, que podemos sentar à mesa e comer com o Rei dos Reis.
O plano de salvação é o seguinte: Jesus veio ao mundo porque nos amou. Por amor a nós, Ele entregou voluntariamente sua vida, na cruz do Calvário, e derramou seu sangue para nos salvar. É através do sangue de Jesus que somos limpos de toda maldade e pecados, não importa quão terríveis sejam. É o sangue de Jesus que nos limpa e nos dá direito de sermos chamados “filhos de Deus” (João 1:12), de sentarmos junto ao povo santo na mesa do Grande Rei.
“Ele se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade e purificar para si mesmo um povo particularmente seu” (Tito 2:14).
G., hoje Jesus está te chamando para que você seja o povo dele, ele está te chamando para se assentar à mesa celestial, e fazer parte do banquete no Reino dele, como PRÍNCIPE e filho amado pelo pai, filho considerado legítimo:
“Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo” (Apocalipse 3:20).
Você deseja se sentar à mesa junto com o Justo Rei?
Jesus prometeu: “voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver.” (João 14:3). E isso não é “estorinha para boi dormir”!
Jesus vai voltar em breve. O mundo está um caos, a humanidade não comporta mais tanta violência, crueldade, falta de amor, falta de Deus, inversão de valores. Estamos em dias como aqueles que precederam o dilúvio, nos tempos de Noé. O diabo está fazendo a festa neste mundo, você percebe?
Em breve Jesus voltará e tirará do mundo aqueles que creram nele e foram fiéis a Ele. Pode ter certeza de que não vai demorar para isso acontecer!
E hoje ele te chama, G., para fazer parte do povo dele. Povo restituído, santo, vestido em vestes brancas, preparado para se encontrar com Ele, nas nuvens.
Jesus vai voltar em breve, mas antes disso ele quer te fazer experimentar uma vida abundante, verdadeira, cheia de alegria, paz, fartura de espírito, aqui mesmo nessa terra, antes de retornar para buscar seu povo! 
Muitos pensam assim: “eu batalhei nesta vida, espero ter uma vida boa no céu, e então ser completamente feliz no paraíso”. Mas o SENHOR não enxerga dessa maneira. Em troca da nossa fidelidade a Ele (“amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma” - Mateus 22:37), o Deus Verdadeiro quer te abençoar com uma vida plena, abundante, aqui mesmo na terra: “o ladrão (satanás) vem apenas para furtar, matar e destruir; eu vim para que (minhas ovelhas) tenham vida, e a tenham plenamente” (João 10:10)."Vida abundante" significa vida livre do peso do pecado, vida em comunhão com Deus, o SENHOR, vida em paz de espírito mesmo em meio ao sofrimento e tribulações, vida que abençoa outras vidas, levando-as a Deus.
É isso que profetizo sobre você: vida abundante, alegria contagiante, paz inexplicável, fogo do Espírito Santo queimando dentro do seu coração.
G., para começar a experimentar tudo isso, é muito fácil!
Como eu já falei antes, é pela GRAÇA. É de graça. Jesus morreu por você, no seu lugar, pagou o preço de todos os seus pecados, e tudo de ruim vai ficar para trás.
Se você orar, e com sua boca confessar que só Jesus é o seu Senhor e seu ÚNICO Salvador, e que você quer que ele passe a controlar sua vida, seu coração, seus sentimentos, suas atitudes, ele o fará, e transformará sua vida para sempre.
Ele disse: “quem me confessar diante dos homens, também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus” (Lucas 12:8). “Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus” (1 João 4:15).
Então eu te peço, logo que você puder, faça uma oração. É simples: tem que ser de coração aberto, com toda sua sinceridade. Ore assim:
“Jesus, Filho de Deus. Eu reconheço que você veio ao mundo para me salvar das trevas, e me dar vida eterna no seu Reino. Jesus, peço que entre em minha vida de forma definitiva, entre no meu coração, na minha alma, me batiza com seu Espírito Santo, e faz a tua vontade em minha vida.
Agora, eu declaro para mim mesmo, para ti, e para todos os anjos nas regiões celestiais: Jesus Cristo é meu Salvador, meu Redentor. Ele será meu Senhor de agora em diante. Agora e para todo sempre.
Eu creio na tua Palavra de Vida, ó Senhor, e que você pode me tirar desse labirinto em que estou. Eu creio que tu podes me levar a lugares altos, e me fazer sentar à tua mesa.
Eu peço que me ajude a crer, e a aumentar a minha fé, e peço que vá falando comigo enquanto te chamo, enquanto oro a ti, neste lugar. Peço que me dê experiências contigo, e que me liberte de todo mal. Pai, eu te peço que me livre de todo mal, me coloque num lugar seguro, em Nome de Jesus.
Eu quero experimentar a tua água que mata a sede para sempre, quero nascer de novo no meu espírito, através do teu Espírito Santo, para ficar bem perto de ti.
Revela-me tua vontade, ó Deus, e vai me ajudando a ter prazer em estar na tua presença. Eu me arrependo dos meus pecados, me arrependo de qualquer coisa que tenha feito e tenha te entristecido, também perdôo, de verdade, e não só da boca para fora, todos aqueles que me magoaram. Ajuda-me a me apoderar desse perdão que recebo de ti, e que dou aos meus inimigos, e também me ajuda a discernir o que te agrada e o que te entristece, através do teu poder. Me dê forças para continuar, ó Deus, porque muitas são minhas aflições, porém, eu confiarei em ti, somente em ti.
Eu confio que tu podes me dar a vitória, e entrego minha vida e meus dias em tuas mãos, para que você faça o que quiser. A minha alma é tua Jesus. Recebe-me no teu Reino.
Que seja assim, hoje e para sempre, em Nome de Jesus, amém.”
G., peço que você leia essa oração um dia, depois, no outro, leia novamente, com mais fé ainda, e continue lendo cada dia com mais poder e força dados pelo Senhor, até que você tenha alguma experiência diferente, até que Deus te diga algo, e depois eu quero saber, vou querer que você testemunhe tudo o que aconteceu.
Peço que leia todos os dias a oração acima, e depois nos conte o que aconteceu.
Também te mando o Salmo 23, que fala que Deus nos dá tudo que precisamos, e preenche nosso espírito de forma que nada nos falta. Leia sempre:
O Senhor é o meu pastor; de nada me faltará.
Em verdes pastagens ele me faz repousar e me conduz a águas tranqüilas;
restaura o meu vigor.
Guia-me nas veredas da justiça, por amor do seu nome.
Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, eu não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.
Preparas um banquete para mim, à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e fazendo transbordar o meu cálice.
Sei que tua bondade e tua fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver.
Também leia esse salmo sempre que puder, bem pausadamente, refletindo em cada palavra.
Creio que o Senhor fará uma grande obra em sua vida. Tenho fé nisso e creio no seu sucesso.
G., que o Senhor Jesus te abençoe e derrame do seu óleo de alívio sobre tua cabeça. Que Ele comece a falar contigo e não pare nunca mais. Peço que o busque de todo coração, orando a Ele, fazendo seus pedidos, todos em Nome de Jesus.
Converse com Ele como se você o estivesse vendo, sentado aí com você, porque Ele te escuta. Vai conversando: um dia quinze minutos, outro meia hora, e então você vai sentir que não está mais sozinho.
Porque o Rei dos Reis está em qualquer lugar onde nós o chamamos e começamos a conversar com Ele. Tenha fé nisso.
Eu creio que o Senhor fará uma revolução em sua vida. Há grandes propósitos de Deus na sua vida, missões do Reino dos céus para você. Ele ainda vai te transformar em um profeta.
Peço que não deixe de orar. Todos os dias. Creia no Senhor Jesus e fale com ele, de coração aberto. Fale mesmo, abra a boca, não fique só pensando, use palavras.
Estamos aqui orando por sua vida, em batalha espiritual em favor da sua vitória.
Agradeço a Deus pela vida da sua mãe, que tem buscado a face de Jesus nessa célula que ocorre aqui, todos os sábados.
Ela te ama muito, muito mesmo, e sempre está pedindo orações por você, todos os sábados. Ela entregou a vida dela a Jesus também, e fez uma oração parecida com a que você leu, lá em cima.
Por isso, saiba que vocês estão juntos, no mundo espiritual, embora separados fisicamente. Oro para que tenhamos notícias suas, e boas novas do que o Senhor tem feito no decorrer dos seus dias. Quero que nos conte suas experiências novas, em nome de Jesus.
Sinta-se abraçado por todos nós, da célula, pois nós amamos sua vida, em Cristo.
Fique bem acompanhado, com o Senhor Jesus.
E que seja feita a vontade dele em sua vida, amém e amém.

Araçatuba, 25 de abril de 2014.

Sua irmã em Cristo, Lúcia Regina.



terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Ou então, abra meus olhos espirituais!

As pessoas mais próximas de mim sabem que, desde jovenzinha, uso óculos!
Mais ou menos aos quinze anos comecei a ter dificuldades em enxergar ao longe, e desde então minha miopia só tem aumentado.
Hoje, aos vinte e cinco anos, tenho miopia de 3.0 graus, a qual ainda não se estabilizou.
Meus olhos sempre têm pedido mais grau, lentes mais fortes. Embora não seja nada grave, quem tem miopia sabe como é triste olhar o horizonte sem óculos e ver a natureza toda embaçada.
Fui até São José do Rio Preto/SP atrás de uma cirurgia corretiva, fiz exames, etc. A cirurgia é cara e o plano de saúde não cobre o custo.
Antes de decidir pagar por ela, passei por um outro médico, o qual recomendou que eu não fizesse a cirurgia até o grau estabilizar. Do contrário, o problema poderia voltar depois.
Nessa situação eu estou, hoje. Mandei fazer óculos novos, e de vez em quando uso lentes de contato. Aguardo para ver se esta miopia vai estagnar.

Então, de uns meses para cá, comecei a pensar: Jesus curava os cegos; ele os tocava e, em seguida, eles enxergavam. O meu Deus é Poderoso! Por que não pedir, antes de qualquer decisão, a tão almejada cura ao Senhor?

Então comecei a pedir pela cura completa da minha miopia. Pedi, clamei, chorei, orei em línguas, e isso por aproximadamente uns dois meses.
A resposta que o Espírito Santo testificou em meu espírito, após a oração mais intensa que fiz a respeito, foi clara: "você ainda terá sede, e beberá da água que eu te der."
Não me conformava. Continuei pedindo, por mais um mês, tentando convencer o Senhor a me curar: "Senhor, se o Senhor me curar, todos ao meu redor verão o milagre, e crerão no teu Nome. Se isso acontecer, mandarei cartas aos meus oftalmologistas, dando testemunho do teu poder a todos."
Mas o Senhor claramente dizia: "não é assim que as coisas funcionam. Como eu terei mais glória? Se as pessoas vierem a mim por causa de bênçãos ou se elas se converterem a mim pela verdade da minha Palavra, e por quem EU SOU? Se vierem a mim pelos motivos errados, poderão não me encontrar."
Eu não entendia muito bem os caminhos do Senhor, mas ficou claro que não era da vontade dele que eu tivesse uma cura milagrosa dos meus olhos, ao menos agora.

Então comecei a mudar o tom das minhas orações, sem, no entanto, desistir completamente da minha tão sonhada cura: "Senhor, continuo te pedindo, humildemente, pela cura dos meus olhos... ou então, abra meus olhos espirituais para as coisas do teu Reino!"

Creio que foi o Espírito Santo que me direcionou neste pedido. Tenho certeza disso, pois os pedidos alternativos nada tinham a ver um com o outro: "Senhor, por favor, cure meus olhos da miopia ou abra meus olhos espirituais".
Orei nesse sentido por umas três semanas.
Então, o Senhor atendeu. O segundo pedido.

Só me dei conta quando aconteceu. A primeira vez foi numa quinta-feira, quando minha líder de célula, Eloisa, estava fazendo evangelismo na casa dos meus pais. Estávamos todos ouvindo a pregação, sentados no sofá e atentos à Palavra. Na sala, há uma televisão de tubo, a qual, um tempo atrás, eu e minha irmã usávamos para jogar video game. Na hora ela estava desligada. Então, num relance, olhei para essa televisão, e vi na tela um reflexo. Vi um homem de pé, vestido em uma túnica branca, no corredor que dá para a sala. Estava de pé, acompanhando a pregação da Palavra. 
Pensei: devo estar imaginando coisas. Olhei de novo, e nada vi. Depois, distraída, olhei mais uma vez e lá estava ele novamente, com uma túnica branca. Foi bem rápido. Olhei novamente, para ver se no reflexo da televisão havia algum objeto parecido com a forma de um homem, o qual pudesse ter enganado meus olhos. Não havia nada parecido, que pudesse ter me confundido.

Realmente, eu havia visto um homem vestido de branco, de pé, bem ereto, escutando a pregação. Será que era o Senhor Jesus ou um anjo enviado por ele? Não sei.
Só sei que, na hora, lembrei-me do versículo: "Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles." (Mateus 18:20)

A segunda vez foi no sábado, da mesma semana. Estava com meu marido em nosso apartamento. Ainda não tínhamos ar condicionado no nosso quarto, então fomos dormir na sala. Foi a semana mais quente do verão de 2014.
Meu marido estava com tanto calor que não quis ficar no sofá. Estendeu cobertores no chão e dormiu ali. Eu fiquei dormindo no sofá.
Então, de manhãzinha, acordei, e ao abrir meus olhos vi um homem saindo da sala, em direção aos quartos. Era um ser como um anjo. Ele atravessou a porta, que estava fechada, saindo da sala onde estávamos, e senti como se ele estivesse estado ali a noite inteira, olhando-nos; foi como se o "turno" dele tivesse acabado, pois naquele momento estava indo para longe.
Olhei para meu marido e ele estava enrolado no cobertor, dormindo profundamente. Então tive a certeza de que tive mais uma visão.
Não tive medo, pelo contrário, soube que era da parte do Senhor, e até voltei a dormir em seguida.
O anjo estava guardando nosso sono, foi isso o que aconteceu. 

Depois disso ainda tive uma terceira visão, dia 15 de fevereiro de 2014. Desta vez, foi a de um homem atravessando um corredor com muita pressa, antes de prestarmos culto e orarmos ao Senhor. E dessa vez parece que estava fugindo, antes de a adoração começar. Desta vez, não senti paz, não senti como se aquilo tivesse vindo do Senhor. Meu coração esteve em dúvida, pois ao invés de se dirigir ao local onde estaríamos louvando o Senhor, a sombra deste homem se apressou na direção contrária, rumo à porta de entrada e à rua. Estava com certa pressa em sair do local.
Então soube que o que havia visto daquela vez era um anjo maligno, um servo de satanás fugindo da adoração ao Senhor, mas também não senti medo.

Até o dia de hoje (18 de fevereiro), foram essas as três visões que tive.
De fato o Senhor abriu meus olhos espirituais.
Isso ainda é muito novo para mim, mas estou certa de que Deus usará esse dom que me concedeu para algum propósito.
A confirmação de que Ele me deu esse dom veio na mesma noite do dia 15 de fevereiro, pouco antes de eu adormecer.
Ouvi clara a voz do Senhor em minha mente, dizendo: "levanta, pois tenho algo para te mostrar."
Achando ser coisa da minha cabeça, ignorei e continuei tentando dormir, e a voz repetiu: "levanta, pois quero te mostrar algo, filha, antes que durma."
Como naquela tarde havia visto a sombra de um demônio, estava um pouco impressionada, então respondi (em pensamento): "só vou me levantar se tiver certeza de que é o Senhor falando comigo."
Então a voz disse: "sou eu, o Senhor Jesus, Filho do Deus Vivo".
Então, no mesmo instante, me veio à mente o seguinte versículo: "ninguém pode dizer: "Jesus é Senhor", a não ser pelo Espírito Santo." (1 Coríntios 12:3)

Tudo que o Senhor diz ou faz deve estar em consonância com a Bíblia, que é a Palavra Fiel dele. Então, convencida de que era o Senhor, perguntei: "para onde devo ir?" O Senhor disse: "para o outro quarto". Fui então ao quarto e escritório, sentei-me na cadeira e fiquei esperando algo acontecer, ou a voz do Espírito Santo voltar a falar. Então ele disse: "filha, tenho algo a te mostrar".
Pensei: deve ser através de uma Bíblia. Procurei ao redor e não havia nenhuma ali, apenas um caderno da minha Igreja, que uso para anotação dos cultos de domingo.
Então o Senhor disse: "é nesse caderno mesmo, pegue-o."
Obedecendo, mas sem entender muito, peguei o caderno. O Espírito Santo continuou: "abra na sétima folha de anotações e leia."
E eis o que estava escrito:




Isto foi a confirmação da vontade do Senhor para mim: Ele quis abrir meus olhos espirituais, ao invés de curar meus olhos fisicamente.
Meu entendimento sobre isso também mudou, de modo que considero a escolha do Senhor a mais sábia, pois trata-se de um dom que me edificará e também poderá edificar os outros, trazendo fé e esperança aos corações das pessoas.
Agora, nem me importo mais com a miopia.
Se daqui a um tempo farei a cirurgia, ou não, pouco importa. Tenho tempo para pensar sobre isso.
Sinceramente, não estou mais a pensar na questão.
Só quero saber do Reino do Senhor, quero que o Espírito Santo continue desenvolvendo este dom em mim, o dom de ver o invisível, de testemunhar esses milagres diários.
Quero também que me faça entender o propósito deste dom, como deverei usá-lo, e que me conceda mais dons no Espírito Santo, para levar as almas a Ele, e servi-lo.
Meu coração está cheio de alegria, por causa de ti, Jesus. 
Como é bom viver com este Deus! Aleluia!